Para exemplificar a importância do estoque mínimo, vamos iniciar esse texto com um exemplo simples:

Nas festas de final de ano. Seu primeiro cliente do dia entra na loja à procura de um determinado produto para preparar a ceia para a família, o cliente busca o produto em todas as gôndolas e não encontra, um dos seus colaboradores confere a disponibilidade no estoque e se dá conta de que aquele produto está em falta. Conclusão desse episodio temos uma venda perdida.

Para que situações como essa não aconteçam no seu negócio, o estoque mínimo é mais uma ferramenta na sua rotina. Para isso, vamos lhe apresentar quais são as vantagens de tê-lo em seu negócio e como o cálculo deve ser realizado.

  • Vantagens do estoque mínimo

Uma das principais vantagens do estoque mínimo é o aumento no desempenho das compras, ou seja, de forma simples e rápida você poderá verificar quais itens são necessários comprar antes que o estoque delas cheguem ao fim. Além disso, otimizar as compras evita acontecimentos como o que foi citado no início deste texto e colabora com a saúde financeira e também a imagem da empresa junto aos clientes.

  • Evite prejuízos!

Provavelmente você conheceu alguém que enfrentou dificuldades na loja em que administrava e por conta disso chegou ao ponto de fechar o negócio?

Essa é, infelizmente, uma situação rotineira, pois alguns gestores ainda não têm algumas rotinas funcionando adequadamente, tais como, ter parcerias consolidadas com fornecedores de confiança, ter bons prazos de pagamentos, ter bons prazos de entrega e produtos no estoque.

Seu negócio pode evitar passar por problemas nessa área se começar a desenvolver estratégias eficientes com relação ao seu estoque como: controle de vencimento dos produtos, tipo de armazenamento, custo-benefício e prazo de entrega.

Todos esses controles refletirão diretamente no controle do estoque, que é, na prática, ter o produto em sua gôndola para atender a necessidade do cliente nas quantidades certas, sem ter excessos no seu estoque.

  • Tenha atenção as rupturas.

A situação conhecida como ruptura de estoque, pode ser evitada com o estoque mínimo que nasce na negociação com os fornecedores, onde de forma simples e rápida, você poderá definir a quantidade mínima desejada de cada item, e assim gerar relatórios mais eficientes para realização de pedidos de compras a fornecedores, negociando condições de pagamento favoráveis e prazos de entregas mais precisos.

Uma dica é garantir que exista uma boa comunicação entre os setores responsáveis pelo controle de estoque e a área de compras da empresa. Essa é uma da maneira eficiente de garantir que não ocorram surpresas pela falta de produtos. E para garantir a exatidão das informações de estoque, utilize inventários rotativos de seções, grupos, subgrupos ou fornecedores.

  • Cuidado! Se no seu negócio faltar, no seu concorrente terá.

Se o seu cliente chega à loja e não encontra o produto na gôndola, ele terá duas opções: comprar uma marca que ele não conhece ou não gosta, ou ir até o seu concorrente a fim de comprar um produto da marca desejada.

A primeira opção poderá trazer impactos negativos a sua loja, tais como a imagem de seu negócio por não ter determinada marca de produto e um outro impacto com relação a margem de lucro da loja, pois caso o cliente opte por comprar uma marca de menor valor agregado.

A segunda opção pode trazer graves consequências para seu negócio, pois em casos em que a falta deste produto se torne recorrente, seu cliente que tendia a comprar sempre em sua loja passa a considerar seu concorrente como primeira opção.

 

  • Como calcular o estoque mínimo? 

Para calcular o estoque mínimo necessário de cada item no seu negócio, utilize a seguinte fórmula: “VENDA MÉDIA DIÁRIA” X TEMPO DE REPOSIÇÃO DO ITEM.

Vamos realizar um exemplo, para facilitar o entendimento:

A “VENDA MÉDIA DIÁRIA” do produto X é de 36 unidades.

O “TEMPO DE REPOSIÇÃO DO ITEM” é de 7 dias, pois é o tempo necessário para que o fornecedor me entregue o pedido realizado.

“VENDA MÉDIA DIÁRIA (36)” X TEMPO DE REPOSIÇÃO DO ITEM (07) = 252 un.

ESTOQUE MÍNIMO DO PRODUTO X = 252 UNIDADES

Para finalizar, saiba que o estoque mínimo deve ser calculado de maneira diferente em datas sazonais, tais como, Carnaval, Páscoa, Natal ou Ano Novo. Nesses períodos, ocorrem um grande aumento nas vendas, então a atenção deve ser redobrada!

Gostou do artigo?

Deixe sua opinião ou pergunta nos comentários!

Categorias: Blog

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.